Parlamentos português e são-tomense assinam novo programa de cooperação para três anos

Politica 27 de Fevereiro de 2016 Vitrina São Tomé e Príncipe e Portugal assinaram esta sexta-feira, 26 de Fevereiro, um novo programa de cooperação parlamentar valido para os próximos três anos, disse fonte da Assembleia Nacional (parlamento) em São Tomé.

A institucionalização do parlamento juvenil e a modernização dos serviços da Assembleia nacional constam das 34 ações previstas neste novo programa de cooperação.

O secretário-geral da Assembleia Nacional são-tomense diz que a assinatura deste acordo constitui “mais um passo no aprofundamento e consolidação” das ações da anterior e atual legislatura.

“Com este novo programa de cooperação, além da consolidação das ações já realizadas no anterior programa podemos identificar novas ações para assistência técnica com vista institucionalização do parlamento infantojuvenil”, disse Domingos Boa Morte.

“é um importante instrumento de participação cívica de jovens, permitindo que tenha uma voz ativa na sociedade, exprimindo as suas opiniões e assim contribuindo para o desenvolvimento e fortalecimento da nossa democracia” acrescentou.

“Fica manifestada, como sempre a vontade da Assembleia da República portuguesa de manter esta cooperação, de a reforçar, de estar disponível de para além das ações que estão previstas, fazermos mais alguma que sejam necessárias pontualmente com São Tomé e Príncipe”, disse por seu lado, José Manuel Araújo, adjunto do secretário-geral da Assembleia da Republica portuguesa.

As duas partes fizeram um balanço da cooperação entre os dois parlamentos, concluíram que foram modernizados os serviços e formados quadros da Assembleia Nacional são-tomense, tendo feito uma avaliação “positiva” do anterior programa.

“Posso afirmar com toda a franqueza que o atual estágio de desenvolvimento dos trabalhos parlamentar deve-se a cooperação com a assembleia da república de Portugal e vamos continuar a apostar na consolidação desta cooperação através da partilha de conhecimento, experiência e sobretudo no reforço institucional”, assegurou o secretário-geral do parlamento são-tomense.

José Manuel Araújo chefia uma delegação do parlamento português composta por três membros que deixa o arquipélago este domingo. M. Barros

Voltar 

 

 

 

 

"Vitrina", Propriedade da PRESSCO, Lda., Sociedade de Prestação de Serviço nas Áreas da Comunicação Social - Contribuinte nº

199150 - S. Marçal - S.Tomé - RDSTP,  Cx. Postal  628 - Telm: +239 990 33 30

diariovitrina@hotmail.com  / Webmaster HSA