Militares e paramilitares são-tomenses efetuam exercício militar conjunto na ilha do Príncipe

Sociedade 20 de Fevereiro de 2016 Vitrina Pelo menos 100 militares das Forças Armadas, agentes da Policia Nacional, Bombeiros e Guarda Costeira iniciaram este sabado 27 de Fevereiro, exercícios militar conjunto na ilha do Príncipe (150 quilómetros de São Tomé), disse a jornalistas Tomé Sousa, segundo comandante da Guarda Costeira.

 “Trata-se de uma operação na nossa Zona Económica Exclusiva, que visa o intercâmbio, troca de experiencias e o reforço da capacidade dos agentes para enfrentarem situações difíceis que poderão surgir”, disse Tomé Sousa.

Denominada “Príncipe Seguro” o exercício militar que envolve dois dos novos navios de patrulha e um navio de passageiro adquiridos no princípio deste mês pelo governo são-tomense, insere-se no âmbito da segurança marítima e prevenção contra a pirataria e crime organizado.

“Uma das finalidades deste exercício é fazer com os militares conheçam bem a ilha do Príncipe, porque muitos deles são de São Tomé e não conhecem a região autónoma”, explicou o segundo comandante da Guarda Costeira.

Vários exercícios militares em terra e no mar estão previstos, numa iniciativa que os militares consideram que “vem em boa hora e muito bom” e cuja duração foi divulgada.

O exercício militar na zona económica exclusiva do arquipélago surge poucos dias depois de peritos da defesa de São Tomé e Príncipe, Brasil, Portugal e dos Estados Unidos discutirem na capital são-tomense uma estratégia para a segurança marítima do arquipélago.

O evento foi promovido pela embaixada dos Estado Unidos da América em Libreville, tendo como pano de fundo a posição estratégica de São Tomé e Príncipe no Golfo da Guiné. M. Barros

Voltar 

 

 

 

 

"Vitrina", Propriedade da PRESSCO, Lda., Sociedade de Prestação de Serviço nas Áreas da Comunicação Social - Contribuinte nº

199150 - S. Marçal - S.Tomé - RDSTP,  Cx. Postal  628 - Telm: +239 990 33 30

diariovitrina@hotmail.com  / Webmaster HSA