Eleição presidencial em São Tomé vai ser realizada sem recenseamento eleitoral

Sociedade 23 de Janeiro de 2016 Vitrina O apoio financeiro do governo timorense as eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe não chegarão a tempo e o país vai as urnas sem a realização de um recenseamento eleitoral, disse hoje o presidente da Comissão Eleitoral Nacional.

 “Nós não vamos realizar o recenseamento de raiz porque nós temos um parceiro de cooperação que já tinha encomendado os equipamentos para realizarmos este recenseamento, mas infelizmente houve um atraso”, disse Alberto Pereira.

No ano passado, o governo timorense prometeu um ápio de 1,4 milhões de euros as autoridades são-tomenses para apoio às eleições presidenciais.

O presidente da comissão eleitoral nacional de São Tomé e Príncipe disse que as eleições presidenciais serão realizadas em julho deste e “só este janeiro é que o presidente timorense promulgou o orçamento em Timor Leste” e por isso “já não vamos a tempo”.

Alberto Pereira adverte que os equipamentos existentes “estão um pouco cansados, funcionam com alguma dificuldade, mas são com esses equipamentos que vamos tentar fazer o mínimo”.

Por isso, explica a CEN vai preceder apenas a atualização dos cadernos “escrevendo novos eleitores e realizar as transferências”

Incluem nesse novos eleitores jovens que até 30 de junho deste ano completam os 18 anos, assim como os três mil cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) que aderiram o processo de nacionalização gratuita realizada pelas autoridades do arquipélago.

Alberto Pereira que falava durante o empossamento dos membros das comissões eleitorais distritais que decorrem hoje nos distritos de Lembá, Lobata e Agua Grande apelou aos novos membros da CEN para que durante o ato eleitoral observem “ os desígnios da justiça, liberdade e transparência”.

“Para que os observadores digam que estas eleições foram livres justas e transparentes, isso só será possível com a vossa dedicação, com a vossa entrega total”.

Pediu também coesão, camaradagem e cumplicidade entre aos membros da comissão eleitoral distrital que tomaram posse. M. Barros

 

Voltar 

 

 

 

 

"Vitrina", Propriedade da PRESSCO, Lda., Sociedade de Prestação de Serviço nas Áreas da Comunicação Social - Contribuinte nº

199150 - S. Marçal - S.Tomé - RDSTP,  Cx. Postal  628 - Telm: +239 990 33 30

diariovitrina@hotmail.com  / Webmaster HSA